Cambará do Sul/RS: A terra dos cânions é dica de ponto turístico para o inverno

Cambará do Sul é a terra gaúcha dos cânions, localizada a pouco mais de 100km de Gramado e merece um destaque no seu roteiro de viagens para o inverno.

Cambará do Sul/RS: A terra dos cânions é dica de ponto turístico para o inverno

"O Brasil não conhece as belezas naturais do Rio Grande do Sul."

Embora possa parecer estranha, essa frase é a mais pura verdade. Para a maioria dos brasileiros, o estado permanece como sendo a terra das bombachas, chimarrão e churrasco ou, do Natal iluminado de Gramado.

O Rio Grande do Sul é muito mais do que isso: é um dos estados mais belos do país e que reúne uma riqueza natural de valor incalculável.

A cidade dos cânions

Um desses locais fantásticos é a cidade de Cambará do Sul, localizada à 185km da capital Porto Alegre e que reúne os dois principais cânions do estado: Itaimbézinho e Fortaleza.

Cânion Fortaleza

O Cânion Fortaleza está localizado no Parque Nacional da Serra Geral e distante à 23 km do centro de Cambará.

É impossível descrever a beleza do local e a sua dimensão: A impressão que se tem é que ele foi cuidadosamente esculpido pelo dedo de Deus. E olha que Deus caprichou muito!

São 7km de extensão com fendas que superam a casa dos 800 metros de altura. Lá do alto, em dias de céu aberto, dá para avistar o Oceano Atlântico e as cidades do litoral, como Torres.

Esse cânion não conta com estrutura turística e o trajeto do centro da cidade até ele é feito em estrada de terra. Uma dica é ir com um veículo 4x4 ou acompanhado de um guia da região.

Mesmo com as dificuldades que a estrada impõem, vale a pena visitá-lo. Após o trajeto de terra, você estaciona o carro e faz o restante do trajeto a pé. São inúmeras trilhas recortadas por arroios de água limpa e transparente que você pode beber sem medo.

Chegando nos pontos mais altos, resta apenas sentar nas pedras e apreciar a paisagem composta de encostas quilométricas pontilhadas por cachoeiras e árvores.

Cânion Itaimbézinho

O Cânion Itaimbézinho, por outro lado, já conta com uma estrutura turística para atender os visitantes e possibilidades de passeios e trilhas monitoradas. Ele está localizado no Parque Nacional dos Aparados da Serra, distante 18km da área urbana da cidade.

O trajeto é mais tranquilo e não requer carros tracionados. A única recomendação é que, se você optar em fazer trilhas, contrate um guia especializado.


Guias locais

Adventure Aparados - Ecoturismo e Aventura

Telefones: (54) 3251-1173 ou (54) 8133-4772

 

Cavalgadas Aparados - Turismo Equestre

Telefones: (54) 3251-1173 ou (54) 8133-4772

Eduardo de Souza - Condutor de Ecoturismo e Aventura
(54) 8133-4772
Email: guia@guiaaparadosdaserra.com.br


Bento Gonçalves

Com a aproximação do inverno, os olhos dos turistas começam a se voltar para as cidades que compõem a Serra Gaúcha. Claro que as mais conhecidas são Gramado e Canela, mas o turista que pretende curtir o frio gaúcho deve incluir no roteiro a cidade de Bento Gonçalves e sua famosa Rota do Vinho.

A cidade, que é também conhecida como a capital brasileira do vinho, desenvolveu uma verdadeira indústria do turismo rural, servindo de modelo para outros estados e cidades. Na Rota do Vinho, por exemplo, dezenas de vinícolas oferecem seus vinhos, muitos deles, internacionalmente premiados.

Uma dica é conhecer a Vinícola Miollo e fazer o mini-curso de degustação de vinhos. Outra opção, esta para quem tem uma orçamento mais folgado, é se hospedar no Spa do Vinho, um luxuoso hotel construído no meio dos vinhedos.

A cidade também é famosa por sua indústria de móveis que representa 40% da produção estadual e 8% da produção nacional, gerando mais de 10 mil empregos diretos e indiretos.


Me conte nos comentários se você já conhece o Rio Grande do Sul e se fui injusto em dizer que o brasileiro não conhece esse estado.

Conte-me também suas experiências e aventuras, ou pergunte o que gostaria de saber sobre Cambará do Sul.